Atum: entenda os lados positivos e negativos.

Saiba se a versão enlatada faz mal.

Peixe popular e muito saboroso, o atum pode ser encontrado por toda a costa brasileira, mais facilmente no Nordeste, Sul e Sudeste. Com tamanhos que variam de 45 centímetros até 5 metros, possui carne rosada, mostrando-se um ingrediente versátil para as mais variadas receitas.

De acordo com a nutricionista Claudia Marques, o atum in natura é uma rica fonte de proteínas, além de conter altas doses de ômega-3, sais minerais como ferro, potássio, fósforo e magnésio, além de vitaminas B12, B6 e B3.

 

11 benefícios do atum:

Além de ser rico em nutrientes e opção ideal para quem deseja um alimento com altas doses de proteína, o atum ainda possui ótimos benefícios para saúde se consumido regularmente. Confira alguns destes benefícios segundo a profissional:

1. Melhora a saúde cardiovascular: “como ele contém ômega-3 e potássio, ocorre uma vasodilatação nos vasos, deixando o sangue mais viscoso, melhorando seu fluxo e reduzindo a ocorrência de doenças cardiovasculares”, explica Claudia.

2. Atua nas dislipidemias: novamente a presença de ômega-3 garante efeito neste equilíbrio, auxiliando na redução de triglicerídeos e colesterol ruim (LDL).

3. Combate a hipertensão: segundo a nutricionista, este efeito se dá pela ação do ômega-3 e da vitamina B6, os quais promovem benefícios para o coração, além de prevenirem ritmos cardíacos irregulares e crises de pressão alta.

4. Auxilia na prevenção de acidente vascular cerebral (AVC): “como atua na manutenção da boa saúde do sistema cardiovascular, ele promove a melhora do fluxo sanguíneo e vasodilatação."

5. Ação anti-inflamatória: novamente o ômega-3 se mostra muito benéfico para a saúde. Ele ajuda a reduzir o risco de doenças inflamatórias como artrite e artrose.

6. Ajuda a prevenir e aliviar a TPM: “outro feito do ômega-3, esta substância pode ajudar na prevenção ou alívio dos sintomas da TPM como cólicas e dor de cabeça”, revela a profissional.

7. Atua na prevenção de anemias: rico em ferro, o atum ajuda no combate e prevenção de anemias, tornando-se uma ótima alternativa para quem não consome carne vermelha.

8. Mantém a saúde ocular: conforme as informações da nutricionista, o atum possui boas quantidades de Vitamina A em sua composição, substância que está diretamente ligada à funcionalidade dos olhos.

9. Previne câimbras: “o atum possui grandes doses de potássio, tornando-se um bom alimento para evitar o surgimento de câimbras”, relata Claudia.

10. Melhora do sistema imunológico: este fato se dá pela presença de selênio na composição do atum, um mineral com propriedades antioxidantes que proporciona uma melhora o sistema imunológico.

11. Melhora da função cerebral: outro feito relacionado às suas altas doses de ômega-3, onde seus componentes garantem uma melhor regulação das membranas celulares e prevenção da depressão.

Alimento rico em sais mineiras e vitaminas, o atum proporciona uma melhora da saúde e manutenção do bem-estar. Insira já este peixe em sua rotina alimentar e confira todos estes benefícios.

 

Atum enlatado faz mal?

Conforme a nutricionista revela, quanto consumido adequadamente o atum garante benefícios variados. Para ela, o atum em lata não faz mal se consumido moderadamente. Neste caso, é recomendado optar pelo atum em óleo, para “auxiliar na eliminação de metais pesados presentes tanto no peixe quanto na embalagem”, conclui.

 

Alertas sobre seu consumo

A profissional frisa a importância de saber a procedência do peixe, pois “peixes grandes e de águas quentes contem muitos metais pesado, sendo indicados o consumo de peixes menores e de águas geladas”.

“O ideal é consumir de 2 a 3 porções de peixe na semana, onde uma dessas opções pode ser o atum”, indica. Dentre os efeitos colaterais de seu consumo inadequado, a nutricionista cita o acúmulo de metais pesados podendo gerar intoxicação e a longo prazo doenças hepáticas ou Alzheimer. Outro alerta fica para pessoas hipertensas, já que este “é vendido enlatado com altas doses de sódio”, conclui.

Outro problema está na falsificação do atum, especialmente na sua versão in natura. Muitas vezes os estabelecimentos oferecem um peixe conhecido como escolar-preto se passando pelo atum. Espécie proibida em alguns países, o escolar-preto é rico em ésteres-cerosos, substância não digerível pelo humano, causando diarreia.

Para garantir que está comprando o verdadeiro atum fique atenta ao preço baixo demais, a sua origem e a sua coloração, esta última devendo ser mais opaca, já que o escolar-preto possui aparência leitosa.

Peixe saboroso e de fácil acesso, o atum é rico em nutrientes como sais mineiras, vitaminas e ômega-3. Se adicionado à dieta, em porções fracionadas, pode proporcionar ótimos benefícios para a saúde e manutenção do bem-estar. Aposte!


Créditos: Conteúdo originalmente publicado no blog Dicas de Mulher.

Gostou? Compartilhe com seus amigos:
 
Voltar ao Topo!