Vai um docinho?

Nutricionista das famosas dá dicas para controlar a compulsão por doces em uma dieta

Um grande dilema em meio a uma dieta é segurar aquela vontade de comer doces. Marie Claire conversou com a nutricionista Andrea Santa Rosa Garcia, que cuida de famosas como Giovanna Ewbank, Fiorella Mattheis, Fernanda Paes Leme e Angélica, e com o endrocrinologista Pedro Assed, para saber por que isso acontece e o que fazer para não cair na tentação. A seguir, confira as dicas dos especialistas:

A FASE DO CONTROLE
Andrea explica que é difícil resistir aos doces porque o açúcar é a principal fonte de energia do cérebro, e o açúcar refinado (aquele braquinho) é absorvido ligeiramente, proporcionando rápida sensação de prazer. "O corpo exige o tempo todo uma ingestão maior para prolongar essa sensação", afirma.

Para você você evitar a compulsão, a alternativa indicada pela nutricionista é ingerir alimentos que controlam a velocidade que o açúcar atinge as células, deixando essa sensação de prazer no organismo por mais tempo. "Os alimentos fonte de cromo ajudam nisso, como as carnes (frango e fígado), ovos, ostras, grãos integrais, germe-de-trigo, queijo, pimentão verde, banana, espinafre e pimenta-do-reino", diz.

Você deve se preocupar também com o funcionamento do seu intestino, pois pessoas que tem problemas intestinais tendem a ter essa compulsão. "A alteração da flora intestinal atrapalha a formação de neuropeptídeos (substâncias químicas produzidas e liberadas pelas células cerebrais) responsáveis pela centro da fome e da saciedade." Por isso, você deve investir em alimentos que mantêm a saúde da flora intestinal, entre eles estão banana verde, aveia, vegetais verdes escuros, cereais integrais e alimentos que são fonte de ômega-3, como chia, linhaça, sardinha e óleo de coco.

SUBSTITUA O AÇÚCAR POR ADOÇANTES NATURAIS
"Hoje, existem no mercado opções de adoçantes culinários que são à base dataumatina, estévia e xilitol. Eles são naturais, nosso corpo não os absorve e eles não estimulam a compulsão como os demais adoçantes.", explica a nutricionista. O endocrinologista Pedro Assed indica os adoçantes sucralose e  estévia. "Outra alternativa mais saudável seria optar por açúcares menos refinados como o de beterraba e o mascavo."

SE A VONTADE ESTIVER INCONTROLÁVEL...
Troque os doces por opções mais saudáveis que irão ajudar a reduzir a compulsão e dar saciedade. "O chocolate que tem mais de 70% de cacau na composição é fonte de triptofano, um precursor da serotonina que está envolvida na sensação de bem-estar. O damasco é uma fruta seca de baixo índice glicêmico, levando a sensação de prazer por mais tempo", diz Andrea.

O endocrinologista indica mais alguns alimentos que podem ser ingeridos no lugar do doce quando bater aquele desejo. "bananadas sem açúcar, damascos seco, uva-passa, amêndoas, cereais diet, canela, aveia, linhaça, café e frutas com baixo índice glicêmico como morango, maçã, pêra, kiwi e mamão podem aliviar a vontade de comer doces."

EVITE O CONSUMO DIÁRIO
Independente se você está ou não com o peso estável, comer doces todos os dias não é indicado porque eles não fazem bem ao corpo.  “O excesso de açúcar ou carboidratos refinados presentes no açúcar, arroz e massas brancas devem ser evitados ao máximo em nosso dia a dia, pois eles interagem de uma forma negativa com o organismo, levando ao aumento de insulina circulante no sangue, o que não é bom, pois ele pode se transformar em gordura."

O endocrinologista indica comer apenas um doce por semana. "Os doces por serem altamente calóricos fazem ganhar peso, e não estão indicados para quem deseja manter uma alimentação saudável", afirma.

 


Créditos: Conteúdo publicado no site da Revista Marie Claire.

Gostou? Compartilhe com seus amigos:
 
Voltar ao Topo!