Sofre com gases?

Listamos alguns alimentos que aumentam o problema.

Os gases fazem parte dos sintomas intestinais que surgem no dia a dia e trazem um pouco de dificuldade para realizar as atividades simples da rotina. Por exemplo, pode ser difícil retomar o foco no trabalho depois do intervalo de almoço, quando a flatulência e a má digestão surgem.

Mesmo que os estudos apontem que um adulto pode expelir gases até 20 vezes por dia e isso é normal, essa é uma queixa comum dos pacientes que procuram um coloproctologista.

Mas, como é possível resolver o problema? O primeiro passo é avaliar a alimentação., Pois existem alguns alimentos que aumentam a ocorrência do fenômeno.

Eles devem ser consumidos com moderação:

  • repolho, couve-flor, brócolis;
  • feijão, ervilha, lentinha, soja;
  • leite e derivados;
  • batata doce, berinjela, cebola, aipo;
  • melancia, caju, caqui, goiaba.

Agora que você já sabe quais alimentos deve evitar, entenda como se dá a formação dos gases intestinais e veja outras dicas para solucionar o incômodo.

Como os gases intestinais são formados?

Os gases intestinais são resultado, em grande parte, da digestão incompleta de carboidratos, que passam pelo estômago sem serem totalmente quebrados. 

Ao chegar ao intestino, esses nutrientes entram em processo de fermentação pelas bactérias da microbiota, já que, diferentemente do estômago, o intestino não tem enzimas para digerir os carboidratos. É nesse momento que os gases são produzidos e liberados, causando distensão abdominal e outros incômodos.

Além de evitar os alimentos causadores da flatulência, existem outros cuidados que você pode tomar no dia a dia. Embora sejam atitudes simples, elas são bastante eficazes.

Durante as refeições, evite beber líquidos e conversar muito, pois tudo isso faz com que o ar seja engolido junto com os alimentos. Além disso, as bebidas dificultam a digestão dos alimentos, causando mal-estar e sensação de estômago cheio.

Outra dica importante é mastigar bem os alimentos, pois é nesse momento que a saliva inicia a digestão. Quando mais bem mastigados, mais fáceis de serem digeridos e menos gases serão formados nesse processo.

E, por fim, faça caminhada! Essa atividade física é ótima para a saúde intestinal, por estimular os movimentos peristálticos, reduzindo o incômodo com os gases e a distensão abdominal.


» Procure sempre um profissional de saúde para obter orientação especializada.


Créditos: Conteúdo publicado no site Dr. Fábio Lopes

Gostou? Compartilhe com seus amigos:
 
Voltar ao Topo!