Dieta da Proteína. Vale a pena conhecer!

Saiba como funciona e quais os primeiros passos para aderir a essa dieta.

Como funciona?

Essa dieta foi criada pelo cardiologista americano Robert Atkins e ficou conhecida em todo o mundo como a dieta da proteína. Sua principal meta é restringir severamente a ingestão do carboidrato em todas as refeições e priorizar o consumo de proteínas, ou seja, alimentos de origem animal como carnes, ovos, peixes, bacon, embutidos, queijos amarelos.

Nas primeiras duas semanas, as fontes de carboidratos ficam bem limitadas, sendo liberadas apenas até 20g – o que pode ser obtido apenas com o consumo de vegetais – o que de cara desencadeia um processo bioquímico em que o fígado converte gordura corporal em ácidos graxos e corpos cetônicos, substâncias que podem ser usadas pelo corpo como fonte de energia quando falta carboidratos (responsáveis por fornecer energia ao organismo). De acordo com Dr. Atkins, esse mecanismo, chamado cetose, é essencial para o emagrecimento.

Nas semanas seguintes, já se permite alguns alimentos, podendo atingir até 40g de carboidratos por dia. O principal argumento do médico americano é que quando o organismo está em cetose, a fome simplesmente não existe, o que leva a uma perda de peso rápida.

E mais: o organismo sofre adaptações metabólicas, onde passa a usar os corpos cetônicos como fonte de energia, poupando um pouco de glicose para o cérebro, o seu principal dependente. E com alguns dias em cetose o organismo se libera da dependência dos carboidratos e passa a utilizar as gorduras como fonte de energia, o que aumenta a saciedade.

Importante: nunca inicie uma dieta sem antes consultar um médico.

Créditos: conteúdo publicado no site UOL Ciê
ncia e Saúde por Isabela Leal e Ana Paula Rafanini.


» Procure sempre um profissional de saúde para obter orientação especializada.


Créditos: Conteúdo publicado no site UOL Ciência e Saúde por Isabela Leal e Ana Paula Rafanini.

Gostou? Compartilhe com seus amigos:
 
Voltar ao Topo!