Tomar sorvete deixa gripado?

Veja mitos e verdades sobre doenças respiratórias.

Assim que o tempo esfria as mães já alertam os filhos para vestirem um casaco. Mas será que ficar agasalhado impede mesmo o contágio da gripe? E tomar um chá quente? Será que ajuda? Ficar exposto ao ar condicionado provoca doenças respiratórias?

Descubra essas e outras respostas abaixo:

Tomar sorvete aumenta a chance de eu ter doenças respiratórias no inverno.
MITO - Bebidas geladas ou natação não provocam doenças respiratórias. Normalmente o corpo mantém sempre a mesma temperatura. O que ocorre é que no frio é preciso mais energia para manter as defesas do organismo. Assim, pessoas que já possuem doenças respiratórias podem ser afetadas pelo choque de temperatura.

Doenças respiratórias são mais comuns em épocas de frio.
VERDADE - Durante o inverno as pessoas tendem a se aglomerar em locais fechados o que aumenta as chances de contágio do vírus da gripe. Além disso, o ar mais seco aumenta a concentração de bactérias e ácaros favorecendo as alergias.

Bebês são mais propensos a desenvolverem doenças respiratórias no inverno.
VERDADE - As crianças pequenas ainda não têm defesas imunológicas resistentes. Com o frio, elas tendem a ficar em ambientes fechados como as creches e escolas o que aumenta a chance de contaminação por vírus. A baixa imunidade provocada pelo contágio deixa a criança mais vulnerável a infecções nos pulmões e nos brônquios.

Poluição aumenta risco de contrair doença respiratória.
VERDADE - A poluição pode provocar inflamações nas vias aéreas permitindo a formação de muco e desencadeando doenças respiratórias.

Fumantes são mais vulneráveis às doenças respiratórias.
VERDADE - "O fumante crônico tem a estrutura interna dos brônquios alterada pelo fumo (irritação da mucosa, perda de cílios) e um aumento da secreção brônquica crônico. Isso faz com que haja mais bactérias habitando esse meio, as defesas naturais do organismo (como os cílios, por exemplo) já se encontram diminuídas e, portanto, as infecções acabam ficando mais frequentes", explica o virologista Celso Granato, professor da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

Usar máscara respiratória reduz a chance de ficar doente.
PARCIALMENTE VERDADE - As máscaras evitam que gotículas respiratórias se espalhem quando tossimos, falamos e respiramos. No entanto, algumas dessas gotículas podem atravessar essa proteção.

Quem pratica atividade física tem menos chance de ter doença respiratória.
PARCIALMENTE VERDADE - A atividade física é importante para manter a saúde equilibrada, mas no caso de doenças transmitidas por contágio a chance de contaminação é a mesma. O que acontece é que um indivíduo que leva uma vida equilibrada e pratica esportes regularmente tende a responder melhor ao tratamento.

Natação ajuda a combater doenças respiratórias.
PARCIALMENTE VERDADE. A prática de exercícios físicos é importante para melhorar a qualidade de vida de pessoas com doenças respiratórias. A natação costuma ser indicada a esses pacientes pelos exercícios aeróbicos que proporciona e pela umidade. No entanto, se o paciente for sensível ao cloro, o ideal é procurar outras práticas.

Alergia e doença respiratória é a mesma coisa.
MITO - Alergias são doenças que podem manifestar ou não sintomas respiratórios. Algumas alergias podem desencadear crises de doenças respiratórias como asma e rinite.

Asma tem cura.
MITO - A asma não tem cura, mas tem controle. O paciente precisa ser acompanhado periodicamente por um especialista e evitar o contato com agentes desencadeadores de crises.

Animais peludos, como gatos e cachorros, podem provocar doenças respiratórias.
VERDADE - Pelos e penas podem provocar crises respiratórias em pessoas propensas a essas doenças. Além disso a saliva, urina, descamações de pele e até o cheiro das fezes dos animais podem provocar problemas respiratórios .

Ar-condicionado pode provocar doença respiratória.
VERDADE - O ar frio frequente resseca a mucosa, responsável por defender o organismo da entrada de bactérias para os pulmões. Outro problema do aparelho é que ele acumula bactérias e fungos. Se o filtro não for higienizado e trocado com a frequência adequada ele pode liberar no ambiente bactérias que causam infecções pulmonares.

Quem tem doenças respiratórias não pode praticar esportes.
MITO - Pessoas que possuem problemas respiratórios podem e devem praticar exercícios. O importante é procurar primeiro um médico para que ele recomende o que melhor se adapta ao quadro clínico do paciente. A prática de atividades ajuda a treinar os músculos responsáveis pela respiração.

Respirar pela boca aumenta a chance de ter doença respiratória.
MITO - Respirar pela boca não provoca doenças, mas é um sintoma de que há algum problema com o funcionamento normal da respiração.

Manter o peito aquecido ajuda a evitar doença respiratória.
MITO - Doenças respiratórias são causadas por bactérias, vírus, vícios e até fatores emocionais, mas não têm relação com estar aquecido. Agasalhar-se é importante para evitar choques de temperatura que podem desencadear crises em pessoas que já possuem doenças respiratórias, e para que o corpo não precise aumentar a produção de energia que o mantém sempre na mesma temperatura, evitando a queda de imunidade que facilita o contágio de doenças.

Beber chá quente ajuda a combater doença respiratória.
MITO - Não há comprovação de que chás e bebidas quentes auxiliem no combate à gripe. O vapor da bebida provoca uma vasodilatação que diminui o desconforto e atenua a congestão nasal.


» Procure sempre um profissional de saúde para obter orientação especializada.


Créditos: Conteúdo publicado no site do UOL/Saúde com informações do virologista Celso Granato.

Gostou? Compartilhe com seus amigos:
 
Voltar ao Topo!