História do Dia Internacional da Mulher

Conheça alguns mitos e verdades sobre a história do Dia Internacional da Mulher.

Em 1955, segundo as autoras francesas Liliane Kandel e Françoise Picq, surgiu o mito de que a data teria como origem a celebração da luta e da greve de mulheres trabalhadoras do setor têxtil em Nova York, em 1857, que haviam sido duramente reprimidas pela polícia ou mortas em um incêndio criminoso na fábrica, segundo diferentes versões desse mito. Não há indícios de que isso tenha ocorrido e, ainda segundo as autoras, a origem desta versão ocorreu entre feministas francesas, que durante a Guerra Fria buscavam uma origem à comemoração que estivesse desvinculada da história da luta socialista.

A ideia de criar o Dia da Mulher surgiu no final do Século XIX e início do século XX nos Estados Unidos e na Europa, no contexto das lutas femininas por melhores condições de vida, trabalho e direito de voto.

As celebrações do Dia Internacional da Mulher ocorreram a partir de 1909 em diferentes dias de fevereiro e março, a depender do país. A primeira celebração se deu em 28 de fevereiro de 1909 nos Estados Unidos, no início de 1917 na Rússia, ocorreram manifestações de trabalhadoras russas, os protestos foram brutalmente reprimidos. A data da principal manifestação, 8 de março de 1917, foi instituída como Dia Internacional da Mulher.

Na antiga União Soviética, durante o stalinismo, o Dia Internacional da Mulher tornou-se elemento de propaganda partidária. Também era amplamente celebrado nos países do bloco socialista na Europa Ocidental. Nos países ocidentais, o Dia Internacional da Mulher foi comemorado no início do século, até a década de 1920, tendo sido esquecido por longo tempo e somente recuperado pelo movimento feminista na década de 1960.

Em 1975, foi designado pela ONU como o Ano Internacional da Mulher e, em dezembro de 1977, o Dia Internacional da Mulher foi adotado pelas Nações Unidas, para lembrar as conquistas sociais, políticas e econômicas das mulheres.


Créditos: Com informações da Wikipédia.

Gostou? Compartilhe com seus amigos:
 
Voltar ao Topo!