Mitos???Verdades???

Conheça alguns mitos e verdades da alimentação e emagreça com saúde

Pensando em começar uma dieta? Antes de passar fome em prol de alguns quilinhos a menos, é importante saber que as dietas da moda, aquelas extremamente restritivas, funcionam apenas em curto prazo. Assim, antes de encarar esse duro desafio, a nutróloga Liliane Oppermann esclarece os mitos e as verdades sobre os alimentos que engordam e os que emagrecem. Confira!

Comer carboidrato à noite engorda?

Mito. Não existe hora para um alimento engordar, já que as calorias são as mesmas durante todo o dia. O que engorda é o consumo em excesso e a alimentação desequilibrada, alerta a nutróloga. O único cuidado que deve ser tomado por quem consome carboidratos à noite é evitar comer o tipo refinado, que oferece maior risco de ser armazenado na forma de gordura. A dica é preferir as versões de carboidratos integrais.

Dormir mal estimula o ganho de peso?

Verdade. De acordo com a especialista, noites mal dormidas desregulam a produção de melatonina, hormônio que nos ajuda a adormecer. A falta dele faz diminuir a leptina, hormônio responsável pela sensação de saciedade, e aumentar a grelina, substância que nos desperta a fome.

Abacate é proibido para quem quer perder peso?

Mito. O abacate é realmente uma das frutas mais calóricas, mas se consumida em quantidade adequada não causa ganho de peso. Ao contrário do que muitos pensam, a gordura presente no abacate não é a saturada, mas sim a insaturada, capaz de reduzir o colesterol LDL (ruim). O problema do consumo de abacate é a quantidade e sua associaç&
atilde;o com leite integral e açúcar. Na maioria das vezes, essa mistura o torna uma sobremesa calórica e com maior teor de gordura.

Tomar água morna em jejum emagrece?

Mito. Segundo Liliane, não existe explicação científica para isso. Para emagrecer não existe segredo, basta ingerir menos gordura e fazer atividade física, ensina:

— Gastar mais calorias do que consumir. Além disso, a água é fundamental para o ser humano e não tem o poder de unicamente oxidar gorduras. Durante o dia, eliminamos muita água pela transpiração, respiração, urina e fluidos corporais. É preciso repor esta perda, para que assim o organismo trabalhe corretamente. A água ainda melhora o funcionamento intestinal, auxiliando na digestão e eliminação de substâncias que o organismo não precisa mais.

Posso comer à vontade alimentos integrais?

Mito. Os alimentos integrais agregam mais vitaminas e minerais além de dar mais saciedade que os alimentos refinados, mas também apresentam calorias como qualquer outro alimento. A orientação é consumir com moderação.

É possível emagrecer apenas com dieta alimentar, sem praticar exercícios físicos?

Verdade. No entanto, a nutróloga avisa que se a pessoa fizer apenas dieta vai perder peso sem ganho de musculatura, o que não é saudável. Para que o emagrecimento seja saudável, Liliane indica conciliar a dieta com a prática regular de exercício físico.

Vitaminas engordam?

Mito. Liliane garante que as vitaminas não fazem a pessoa ganhar peso. No entanto, elas "abrem" o apetite, portanto podem desencadear o ganho de peso de maneira indireta.

Alimentos diet ajudam a emagrecer?

Mito. Nem todo alimento diet é isento de açúcar. Para receber essa nomenclatura, o produto precisa ser isento de algum nutriente, como gordura, colesterol etc. Já o alimento light possui 25% menos calorias do que a versão tradicional, podendo contribuir para o emagrecimento. Segundo a nutróloga Liliane Oppermann, mesmo que a pessoa não consuma produtos light ou diet, é possível perder peso.

Comer pequenas porções ao longo do dia ajuda a emagrecer?

Verdade. Como corpo precisa de calorias e nutrientes durante o dia para manter o bom funcionamento, a nutróloga garante que comer várias vezes ao dia ajuda a emagrecer.

— O ideal é comer alimentos com pouca gordura e nutritivos divididos em pelo menos cinco refeições.

Para emagrecer é preciso cortar não só doces, mas também reduzir o sal?

Verdade. É normal um único doce conter as mesmas calorias de uma refeição inteira. Porém, numa reeducação alimentar é possível comer de tudo, só que na quantidade e frequência certas. Essa regra se aplica ao consumo de doces também. Você pode comer, mas na quantidade certa e de vez em quando. Se pintar aquela vontade incontrolável, dê preferência por frutas ou gelatina zero açúcar. Já o excesso de sal contribui para a retenção de líquidos e ainda pode aumentar a pressão arterial.

Massas engordam?

Mito. De acordo com a nutróloga, o que engorda são os molhos, principalmente os que levam queijo. Então, é permitido comer massas, desde que com molhos mais leves, como por exemplo, feitos à base de tomate.

Comer rápido demais engorda?

Verdade. Quanto mais rápido comemos, temos tendência a ingerir maior quantidade de alimentos, afirma a nutr&
oacute;loga.

Pular refeição ajuda a emagrecer?

Mito. Liliane afirma que “é importante comer a cada três horas".

— Isso evita que na próxima refeição o consumo seja exacerbado.

Ovo engorda?

Mito. O ovo pode ser consumido como substituto de outras fontes de colesterol. Segundo a nutróloga, nenhum alimento é salvador ou vilão do emagrecimento. O segredo é sempre priorizar uma refeição variada e equilibrada.

Chá-verde emagrece?

Verdade. O chá-verde é rico em cafeína e catequeninas, substâncias que estimulam a termogênese aumentando o gasto calórico e ativando o metabolismo. Mesmo com todos os benefícios, a nutróloga alerta que a bebida é apenas coadjuvante na dieta.

Comer na frente da televisão engorda?

Verdade. Isso acontece porque na frente da televisão as pessoas ficam desatentas ao prato. Dessa forma, comem mais do que o normal, já que não recebem o sinal de saciedade do cérebro, que está focado na televisão.

Posso comer fruta à vontade?

Mito. As frutas são nutritivas, porém contém açúcar e em excesso engordam, afirma Liliane.

Abusar nos alimentos em um dia e ficar em jejum no dia seguinte emagrece?

Mito. O ideal é não abusar. Mas, caso isso aconteça, é importante seguir o plano alimentar de emagrecimento no dia seguinte. Não é preciso ficar sem comer ou comer menos. Uma dica boa é praticar exercícios físicos para "queimar" mais calorias. Comer apenas saladas e frutas poderá causar deficiência de nutrientes no corpo e, por mais que haja uma perda de peso rápida, esta não será duradoura e com saúde.


» É sempre importante consultar um médico.


Créditos: Conteúdo publicado no site R7/Saúde, com informações da Nutricionista Liliane Oppermann.

Gostou? Compartilhe com seus amigos:
 
Voltar ao Topo!