Café ou chá? Chá ou café?

Afinal qual a melhor escolha?

Nesse friozinho não tem nada mais gostoso que tomar um café ou chazinho bem quente. Esquenta o corpo e parece também acalentar a alma. Afinal, tanto o café como alguns determinados chás, como o preto, o mate e o verde, possuem cafeína, estimulante da dopamina, neurotransmissor que produz a sensação de bem-estar. Além disso, a cafeína estimula a termogênese, que está associada ao metabolismo, ou seja, ajuda na queima de calorias. Tudo muito lindo, mas em excesso ela faz mal. Aliás, tudo em excesso não é bom, viu, gente!

A quantidade ideal de cafeína diária são 400mg. Isso dá cerca de 3 xícaras de 150 ml de café (cada uma tem de 60 a 150 mg de cafeína). E de 8 xícaras de 150 ml de chá (cada uma tem de 10 a 50 mg de cafeína). Aqui, falo dos chás provenientes da plantinha Camellia ou Thea Sinensis, que são os chás vermelho, verde, oolong, preto e o branco, a erva-mate, que origina-se das Aquifoliáceas e o hibisco, da família das Malvaceaes. Todos os demais são livres de cafeína.

Por sua ação estimulante a cafeína também é um ótimo remédio para dores de cabeça, além de aumentar a atividade cerebral.

Mas não é só de cafeína que é feito o café. Esta pode ser sua substância de destaque, mas ele também possui ácidos clorogênicos que proporcionam sua ação antioxidante e ajuda a diminuir riscos de doenças inflamatórias e cardiovasculares.

Mas, afinal, qual a melhor escolha? Qual das duas bebidas traz mais benefícios para o nosso corpo?

1) Por dia são liberadas 3 xícaras de 150 ml de café e 8 xícaras de chá;

2) Ambos diminuem o risco de Alzheimer;

3) Quando se fala de cafeína, as calorias mal contam, mas elas são idênticas de qualquer maneira;

 4) O café possui cafestol, substância que aumenta o "colesterol ruim";

5) Grávidas podem tomar café, já os chás alguns estão proibidos;

6) Ambos possuem antioxidantes. Mas segundo algumas pesquisas, o café ganha mais pontos;

7) Quem adivinharia? Café tem um toque de proteína;

8) A cor e a acidez do café amarelam os dentes.Fonte de fluorido, os chás são aliados dos dentes;

9) E mesmo sem leite, café contém um pouquinho de cálcio;

10) Magnésio ajuda a manter a imunidade e tanto o café quanto o chá têm a mesma quantidade;

11) O café tem um pouco mais de fósforo, um mineral essencial para os ossos;

12) Além disso, o café tem mais potássio;

13) Chá preto tem mais ácido fólico, que pode te ajudar contra a anemia;

14) Café tem mais colina, um nutriente importante para as membranas celulares.

E os chás sem cafeína, quais são e quais seus benefícios?

– Boldo: alivia mal estar (enjoos) e cólicas abdominais;
– Camomila ou hortelã: perfeitos para relaxar;
– Capim cidreira: é diurético e possui ação analgésica;
– Erva-doce (anis ou funcho): ótimo para quem tem problemas respiratórios;
– Alecrim: além de bom para curar gripes e resfriados, ajuda a combater as dores provocadas por contusões;
– Laranja: para enxaqueca é tiro e queda;
– Canela: agente anti-inflamatório.

Atenção grávidas!

Chás proibidos: de cáscara sagrada, romã, guaco, cavalinha, sene, arnica, canela, hortelã, verde, preto e branco e erva-mate.
Chás permitidos: chá de camomila, erva-cidreira, capim-limão e chá de erva-doce.
Já o cafezinho está liberado. Mas, claro, nada em excesso.

Agora que já sabemos tudo sobre café e chá, me contem qual vocês preferem e não vivem sem?

 

 

 

 


» Procure sempre um profissional de saúde para obter orientação especializada.


Créditos: Conteúdo publicado no Blog da Mimis

Gostou? Compartilhe com seus amigos:
 
Voltar ao Topo!