Alimentação 'pré-treino' deve ser feita uma hora antes do exercício

Nutricionista indica uma dieta rica em carboidratos, com um pouco de proteínas e castanhas do Pará. Suplementos também são utilizados

Atualmente existe grande consumo de suplemento alimentar antes do treinamento. Mas, afinal, o que é um suplemento “pré-treino”? Devem ser utilizados depois de organizado o planejamento alimentar. Deve-se dividir pelo menos seis refeições, que são realizadas em média a cada três horas, não sendo indicado praticar atividade física em jejum. Isso pode causar uma redução no desempenho, faltar “combustível” ou utilizar os estoques e não ocorrer hipoglicemia.

Um refeição pré-treino deve ser feita em torno de uma hora antes, rica em carboidratos e um pouco de proteínas e pode também ser adicionado duas castanhas do Pará, além de ser rica em selênio e vitamina E (potentes antioxidantes) mantém a glicemia constante.

Exemplo:
1. sanduíche pão integral com queijo magro e geléia
2. Iogurte com fruta e cereal

Se tiver pouco tempo para se alimentar, antes do exercício pode usar uma fruta com mel, suco de fruta ou até mesmo um gel de carboidrato, facilmente digeríveis e absorvidos.

Existem vários tipos de suplementos pré-treino dependendo da modalidade esportiva (endurance, exercício de força e resistência) que podem potencializar o treino, aumentar o rendimento, retardar a fadiga, ser estimulante e evitar a utilização dos estoques. São utilizados de 15 a 30 minutos antes do treino. Os suplementos mais usados são aminoácidos, estimulantes e carboidratos de alto índice glicêmico.

Nas atividades de endurance (corrida, natação, ciclismo...) os mais utilizados são: cafeína, gel jujuba de carboidrato, BCAA, beta alanina.

Em atividades de força e resistência (musculação, treinos funcionais, levantamento de peso) os mais indicados são: creatina, BCAA, glutamina, cafeína, D- Ribose, beta alanina. Alguns estudos mostram a indicação do whey protein, apesar de ser mais utilizado
como pós-treino.

A dieta ou programa alimentar faz parte do treinamento. Antes dos treinos é fundamental evitar alimentos laxativos, que produzam gases ou desconforto abdominal, gordura e fritura. Para cada fase e duração do treinamento é indicado determinado suplemento. Não existe “receita de bolo”, a alimentação está de acordo com a planilha de treinamento.


» É sempre importante consultar um médico.


Créditos: Conteúdo publicado no site do Globo Esporte.com, com informações da Nutricionista Cristiane Perroni.

Gostou? Compartilhe com seus amigos:
 
Voltar ao Topo!